sábado, maio 10, 2008

Linha Évora - Reguengos

Meus amigos, após uns meses sem publicar, volto hoje à blogosfera para vos transmitir que a Linha Évora - Reguengos não será reactivada, estando já assinado o protocolo com a REFER para a transformação da mesma em ecopista. Esta informação chegou-me através de fonte segura, sendo uma das razões e a principal a falta de procura e rendibilidade económica da mesma.
Na minha perspectiva, deve-se antecipar o futuro e criar as condições para que no futuro se possa retirar o melhor aproveitamento possível dos empreendimentos turísticos que estão previstos serem criados junto do Grande Lago de Alqueva. Veremos se o futuro não me dará razão...
Por isso meus amigos, a única forma que existe no momento para que a linha seja reaberta é a existência de um estudo que venha demonstrar que a viabilidade económica da mesma é possível.

1 comentário:

Anónimo disse...

Snr. Galvoeira,para o progresso do Alentejo,todas as linhas e ramais,deviam ser renovadas,com travessas de betão,e serem abertas ao publico.Deve saber que nas décadas de 50 e 60,o Alentejo era o CELEIRO DE PORTUGAL.Tambem deve saber que as estações do Alentejo,eram mais rentáveis do que as das linhas da Beira Alta e Beira Baixa,que eram e continuam muito pobres.Quem mandou encerrar essas linhas não tinha conhecimento das estatisticas mensais ,do rendimento dessas estações.Agora com o TGV é urgente o Alentejo ser servido por combóios,o melhor transporte do Mundo.