quarta-feira, setembro 02, 2009

Achado inédito em escola de Évora

Uma necrópole romana com quase dois mil anos foi descoberta na escola Secundária Gabriel Pereira, em Évora, durante as obras de requalificação do estabelecimento. A escola já mostrou interesse em ficar com os vestígios romanos encontrados. «Vamos ter um local próprio para os acolher», disse o presidente do concelho pedagógico, Ananias Quintano, à Lusa.
De acordo com a Lusa, esta necrópole romana é a primeira a ser detectada na cidade de Évora. A arqueóloga Conceição Maia afirmou que é «um achado inédito». «Desconhecia-se até agora onde é que as necrópoles romanas estariam implementadas na envolvência da acrópole», afirmou a arqueóloga.
Foi encontrado um «cemitério de incineração, com uma série de sepulturas, do século segundo D. C, em plena época romana, contemporânea do fórum e de toda a acrópole da cidade de Évora», avança Conceição Maia. Inicialmente foram descobertos vestígios de materiais, como cerâmicas, mas depois foi descoberta a necrópole. O espólio encontrado contém taças, contas de colar em vidro e osso, moedas, ganchos de cabelo em marfim e lucernas (luzes alimentadas a azeite).

Fonte: IOL / TVI24 / LUSA

Sem comentários: