segunda-feira, março 02, 2009

Novas Fronteiras para Évora

Com os dois primeiros meses do ano já passados, aproxima-se a passos largos o ciclo eleitoral de 2009 em que os cidadãos se verão confrontados com três idas às urnas. Navegamos pelo meio desta crise económica que se abateu sobre todo o Mundo, com particular incidência nas economias asiáticas e dos Estados Unidos da América. A Europa também não ficou imune e sofre com o desemprego e com a recessão.
Este clima de instabilidade gera contestação política e isso é visível em todos os países que se vêm flagelados pelo desemprego e com as dificuldades sentidas pelos seus cidadãos.
De forma a encarar o futuro político com maiores perspectivas e para dar oportunidade ao cidadão anónimo e independente de expor as suas ideias e a sua visão, lançou o PS as Novas Fronteiras em 2004 para as eleições legislativas, de onde surgiu o programa de Governo para estes quatro anos que agora terminam. No congresso do passado fim de semana o movimento Novas Fronteiras voltou a ser falado para que daí resulte o próximo programa de Governo do PS a apresentar nas eleições legislativas.
Não seria de todo descabido pensar num movimento do mesmo género aplicado ao nível local para as eleições autárquicas.
É essencial que se promova o debate de ideias através de um fórum de discussão para que seja possível a elaboração de programas autárquicos robustos e ambiciosos que vão de encontro às necessidades das pessoas. Évora pode liderar e ser pioneira no debate de ideias com a sua população.

Sem comentários: