quinta-feira, março 22, 2007

Dois anos de Governo...

Realizou-se no passado Sábado a Convenção Novas Fronteiras, com a presença de imenso público para escutar a intervenção do 1º ministro José Sócrates e para participar nos painéis temáticos. Sendo um dos presentes, fiquei surpreendido por uma sala enorme ter sido tão pequena para tanta gente que se fez deslocar ao Centro de Congressos de Lisboa, na antiga FIL. Não é normal ao fim de dois anos, e com tantas reformas polémicas, um primeiro ministro conseguir juntar tanta gente com vontade de o escutar. Deve ser caso único e merecedor de um estudo mais aprofundado.
A verdade, é que estes eventos aproximam o cidadão comum das pessoas que nos governam, abrindo a política ao cidadão, permitindo-lhe participar, dar ideias, discutir argumentos. É uma forma de cidadania que todos deveriamos exercer e que nos permite no fim criticar ou aplaudir mais veemente a actuação dos nossos políticos, pois a nossa participação legitima-nos a criticar e a exigir mais.

Foi com satisfação que assisti ao painel dedicado à área económica, onde intervieram três economistas de renome. Posso afirmar que aprendi bastante e que saí optimista com o progresso e com a trajectória que a consolidação orçamental está a tomar. É preciso continuar e exigir mais, de forma a que possamos desenvolver e modernizar o nosso país, criar riqueza e distribuí-la para que seja possível haver um país mais justo e mais moderno.

Sem comentários: