terça-feira, setembro 12, 2006

Urgente, Formação Precisa-se

É cada dia mais notório a rápida difusão das tecnologias de informação, a indispensabilidade de ter um computador, internet, serviços partilhados, etc...No entanto, a formação do pessoal é urgente. É crítico haver pessoas que nem saibam ligar um computador ou escrever um simples documento. Quem trabalha nos serviços, seja qual for a sua função, já deveria há muito ter apostado na sua formação pessoal, embora o empregador devesse ter sido o primeiro a dar a oportunidade de os seus recursos aprenderem.
Digo isto, porque trabalho numa unidade de saúde e verifico que ao aproximar-se uma informatização geral e a entrada em funcionamento do chamado "paper free", a maioria das pessoas está preocupada porque pouco ou nada percebe de computadores. Será assim que se conseguirá evoluir rápidamente e desenvolver o nosso país? Não se deveria ter promovido o acompanhamento da geração pré informática com a geração pós informática? Não se deveria ter incentivado a aprendizagem das tecnologias de informação? Verificamos agora que existe uma faixa etária até aos 40 anos que lida +- com a informática e daí para cima notam-se as grandes dificuldades. Há que alterar este cenário, promover a aprendizagem das tecnologias de informação e incentivar quem não quer. Nunca a palavra info-exclusão esteve tão perto de se aplicar a tanta gente...

Sem comentários: