quarta-feira, maio 25, 2005

As medidas de combate ao défice

Ora aí estão as medidas de combate ao défice. Desde já, e como funcionário público, dou os parabéns ao Primeiro Ministro e ao Ministro das Finanças pelas medidas anunciadas. Não é justo que os funcionário públicos sejam tratados de uma forma e os do sector privado de outra. Os direitos e os deveres devem ser iguais. Há muito que defendo que os regimes de segurança social deveriam ser todos iguais, sem excepções. Parece que assim vai ser. Acaba-se ADSE,ADMG...
Será mais justo, pois se tem de haver sacrifícios que eles sejam para todos. Não há justificação para a idade de reforma ser desigual, para a segurança social ser desigual, as comparticipações serem desiguais...
Assim se cria justiça social.
Não é só no curto prazo que se deve actuar. Temos de pensar no futuro, no desenvolvimento, na capacidade de investir. É necessário criar desenvolvimento no interior do país. O litoral está saturado. Há que atrair investidores para o interior mas só com investimento em acessos, comunicações, se consegue captar esses investidores. Com isso fixa-se a população no interior, cria-se riqueza e acima de tudo competitividade.

Sem comentários: